sexta-feira, 8 de abril de 2011

Um certo Domingo...


-O que cê tem?
          - Mô, to falando contigo! O que cê tem?
- Nada benzão, to quieto, só isso. Porque?
- É que você tá um tempão aí sentado olhando pro alto.
- Nada não.
- Como nada não? Quase nunca você fica assim.
- Tô um pouco nostálgico hoje.
- Nostálgico? Ué, porque?
- É que hoje é domingo, só isso.
- E o que tem que hoje é domingo?
- Aos domingos fico um pouco assim amor, amanhã tenho que trabalhar.
- Só que hoje tá diferente, você tá muito esquisito.
- Esquisito eu? Porque?
- Tá sim. Tô observando.
- Então o que a senhora tá observando?
- Você nem ligou a televisão ainda.
- É que agora não tem nada que presta.
- E o futebol?
- Futebol é só às quatro amor.
- Mesmo assim, você tá muito estranho hoje.
- Era o que faltava, você cismar comigo justo hoje.
- Quer dizer que tô cismada à toa é?
- Claro que tá. Depois do almoço gosto de ficar quieto.
- Almoço? Você falou almoço?
- Sim amor, almoço. Porque?
- Pensa que não te observei no almoço é?
- Pronto, lá vem você com mais coisa.
- Mais coisa não senhor. Olha só, fiz teu prato no maior carinho e você nem tocou na comida. Joguei tudo fora.
- É que tô meio sem fome hoje.
- Meio sem fome é! Você ao menos imagina o trabalhão de deu pra fazê o almoço?
- Tô sem fome, fazê o que?
- Só pra teu governo, levantei cedinho e fiz aquela macarronada ao molho branco com cogumelos e presunto picado que o senhor nem notou. Fiz também frango assado com batatas e salada de rúcula com espinafre que você adora.
- Fazê o que, não dá pra comer sem fome.
- Devia ter comido pelo menos a sobremesa, não é mesmo?
- Sobremesa??
- Sim, sobremesa - gelatina de framboesa que você pede sempre, aposto que nem viu!!
- Vi sim, é que sem fome não dá pra comer nada amor.
- Tá vendo só! E você ainda diz que não tem nada. Como não tem nada?
- Amor, será que eu podia ficá um pouco quieto? Posso?
- Tá bom, tá bom, então fica aí olhando pro nada, certo?
- Vou ficá sim, por favor!
- Tá, tá, mas pelo menos posso fazê uma última pergunta? Posso?
- Claro que pode amor, vai!
- O que cê tem?
- Não tenho nada, pô!


32 comentários:

  1. rsrs...
    é um círculo vicioso né Miguel...

    só não vou dizer feminino, porque homem qdo começa as perguntas tbm, sai de baixo...haja chão pra tanto bico!!

    Abração!! Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. KKKKK..... tô aqui rindo sozinha.
    Ficou comprovado: mulher é um bichinho desconfiado, mesmo quando tudo tá normal consegue achar um probleminha.
    Hilário.
    Beijinhos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. Algumas pessoas esquecem que o fato de ser casado, juntado, nao implica problema no outro querer (e precisar!) seus own momentos, sem nada falar ou explicar...

    Penso seja absolutamente necessário se sentir livre (pra mim isso é primordial) sem medo de ser mal interpretado porque num dia qualquer se permitiu o silêncio, a falta de vontade de comer, ou qualquer coisa que seja. Que nao tem nada de errado nisso, nem na relação.

    Parece lugar comum, mas você tocou numa das ´feridas` das relacoes, se nao for a principal, motivo de tantos distanciamentos (pra nao dizer separacoes).

    # Bom fim de semana Miguel! #

    ResponderExcluir
  4. Eu li todos os comentarios acima e poderia transcrever ipsis litteris o da C. É exatamente como penso. O casamento não deve nem pode acabar com a individualidade do casal. Qdo isso acontece, as feridas vão pintando de vermelho o cenário!
    Um ótimo texto, Miguel. Não tem o humor costumeiro, mas tem um ótimo gancho pra reflexão.
    Beijo, moço!

    ResponderExcluir
  5. :)

    Um belo retrato de um dia:)

    ResponderExcluir
  6. O tão costumeiro e , porque não triste , falta de respeito pelo espaço , melhor ainda , pelo outro ser .
    Numa relação , seja ela casamento ou amizade , esta forma de actuar afoca e mata o sentimento .
    Belo documento .

    Entretanto , agradeço a sua visita e palavras .

    ResponderExcluir
  7. hahaha... A vida a dois tem suas delícias e seus problemas, a falta de privacidade e daquele momento de solidão tão necessário são alguns deles! ;)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkkkkk tô rindo , ganhei o resto do dia, demais tuas crônicas Miguel, tem mulher que é mesmo um chute ...escolha o lugar...deixa o coitado ficar sozinho com ele mesmo, não é? Abração e grata por seus comentários.

    ResponderExcluir
  9. Hahahahah ... Cara! Tu te saiu melhor que a encomenda.
    Gargalhei aqui uns bons segundos.Tchê,a clareza que tu impõe no texto, faz a gente vivenciar o momento.
    Excelente! Grande abraço, Miguel.

    ResponderExcluir
  10. Meu amigo, estou recomendando teu blog para amigos e casais com problemas na relação. Você consegue ser objetivo, direto! Matando a charada.
    Senhores terapeutas; atenção!

    Muito,muito bom,caro amigo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Em que mesmo vc tava pensando em MIGUEL?! E sem querer comer, sei não hein! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Que chato você não estar a fim de papo e alguém te cercar com perguntas, mas é chato também você se dedicar em fazer algo que alguém adora e ele nem ligar, olha esse almoço ia me derrubar, pelo menos ia comer mesmo se não quisesse falar.É a vida!

    ResponderExcluir
  13. A relação a dois não é nada fácil, porém o tempinho desse cara está muito esquisito. Aí tem! Valeu Miguel, belo texto, cheio de verdades do cotidiano de um casal! Tenha um ótimo final de semana!!!

    ResponderExcluir
  14. Passei por aqui para ler a crônica do dia. Como sempre, está joinha!
    A propósito, já voltei.
    Super abraços e que sua aura brilhe mais e mais, anjinho!

    ResponderExcluir
  15. Olá Miguel! Realmente, esta cena se repete em muitos e muitos casos. Cada um é o outro poeticamente falando, na realidade há que se ter um pouco de individualidade e respeito aos limites do outro... Gostei muito! Um beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oi Miguel!! Que delícia sempre te ler!!
    Ai me vi as vezes nesse post... Qts vezes o Big tava quieto, pensativo e eu perguntadno oq ele tinha, ou se fiz alguma coisa, rs... Hoje aprendi que cada um tem sua individualidade e precisa ficar um pouco consigo msm; hj qdo percebo ele assim deixo ele quieto e venho pro computador, depois se for o caso apenas pergunto se tá td bem, se tem alguma coisa perturbando ele...
    Esse diálogo é mais verdadeiro do que se pode sonhar, mas é engraçado vendo por esse ângulo, rs...
    Bjo carinhoso

    ResponderExcluir
  17. Como eu era chata com meu ex marido..ri sozinha...delícia...
    Bjs querido...

    ResponderExcluir
  18. Imagina se tivesse....rsrsrsrs.... Bjs e fik c Deus.

    ResponderExcluir
  19. Um texto com cara de leve mas de uma profundidade enooooooorme. Como já foi dito aqui, muitas vezes afeta relacionamentos. É complicada essa coisa a dois :-)))

    Beijocas, uma ótima semana procê, viu????

    ResponderExcluir
  20. Legal Miguel, muito bom!
    O pior é que é verdade.
    As mulheres sao todas iguais.
    Amorosas, dengosas...
    Preocupadas!
    O que elas querem, todas! É apenas um carinho,
    um pouco de afago.
    Vocês, homens, são meio distantes...
    também, quase todos, muito parecidos.
    Nem observam o novo corte de cabelo
    ou o assanhado vestido.
    com carinho e uma flor
    Rosa de Fátima

    ResponderExcluir
  21. rsrsrs maravilhoso e bem original...adorei meu anjoo e obrigada pela força...bju...

    ResponderExcluir
  22. É o desejo de ajudar... Acabamos ficando com tanto desejo que ficamos a importunar a pessoa. Ora, quando ela quiser se abrir, ela falará. Isso vale tanto para homens quanto para mulheres.
    Belo texto, meu caro!
    Até!

    ResponderExcluir
  23. Há dias assim, em que precisamos de tempo só nosso, sem explicações sem comentários...lindo texto!
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Miguel,
    O pior é, depois dessa sequência, ela engatar uma primeira e vir com tudo prá cima:
    "Em quem você tá pensando? Você tá aprontando?"
    Abração.

    ResponderExcluir
  25. Ah! moleque! Muito bom! Arrebentou! Vou twittar e linkar no facebook esse seu texto. É muito divertido. Parabéns!
    Poxa, mas você nem pra almoçar? Ela fez tudo com tanto carinho. Vai, diga lá: O que é que você tinha, Miguel?
    Obrigado por sua atenção ao meu blog, Miguel!

    ResponderExcluir
  26. Ahhh, como é fácil a comunicação entre os casais...rs - Imagina se fosse difícil! =P Bejos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  27. rsrsrsrs nao tem como deixar de sorrir diante de tão bem escrita cronica... voce faz o leitor se sentir dentro da cena muito bela a maneira k tu escreves gostei mesmo....
    mas vou defender a mulher ela so estava preocupada por ver o seu amado triste rsrsrrs
    mas falando serio uma coisa k eu axo importante na relação e cada um respeitar o espaço do outro... se nao a relação vai para o brejo...
    bjs e obigada por sua visita
    e agente se ve...

    ResponderExcluir
  28. Miguel, vc sempre surpreendendo com seus escritos. Amei. Interessante e tb divertido.
    Mas, cá entre nós, que será que o cara tava escondendo? (Rssss)

    ResponderExcluir
  29. Direito no alvo, camarada Miguel. Já passei por situações assim. Mulher não suporta ver o homem quieto. A vida a dois tem seus inconvenientes.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  30. Mulherzinha chata essa aí, não é mesmo?
    Eu o entendo muito bem. Quando eu trabalhava (fora de casa, agora também trabalho...) no domingo à tarde sentia uma nostalgia que nem te conto! Vinha-me à ideia que no dia seguinte era segunda feira e ficava tudo estragado:)))
    Mas olhe que eu o acho muito paciente.
    Conversas destas, insistentes, às vezes dão mau resultado.
    As pessoas têm que se respeitar mutuamente, e isso inclui a vontade de estar só e em silêncio em determinadas ocasiões.
    O respeito está sempre na base de um bom relacionamento.

    Bom restinho de semana, meu querido amigo. Beijinhos

    ResponderExcluir
  31. aah que coisa chata! não tem nada pior do que voce querer pensar na vida, ficar quieto e alguem ficar te enchendo de perguntas ¬¬

    ResponderExcluir